Skip to content

Como se preparar para um eletrocardiograma?

[rank_math_breadcrumb]

Como se preparar para um eletrocardiograma?

Antes de um eletrocardiograma, é necessário preparar o paciente da forma correta. Somente dessa forma a qualidade do exame não é prejudicada, e os eletrodos conseguem obter os melhores registros.

Por essa razão, os profissionais que atuam na preparação e na prática do exame devem estar sempre atentos. Então, para entender melhor como estar preparado para um eletrocardiograma, siga lendo!

O que é o eletrocardiograma?

eletrocardiograma

O exame eletrocardiograma é como se fosse uma reprodução gráfica das atividades elétricas do coração. Portanto, ele é um exame cardiológico, que demonstra como o órgão está atuando.

Assim, há a geração de energia que se converte nas imagens geradas a partir do exame. Estas imagens se formam num mecanismo ou movimento de agulhas que reproduzem, portanto, como está funcionando o coração.

Já o equipamento pelo qual se faz o exame é o eletrocardiógrafo. Ele utiliza sensores em partes específicas do corpo (tornozelos, punhos e tórax) ou então apenas em uma (no tórax) para captar o funcionamento cardíaco.

Como se preparar?

Então, como se preparar para o eletrocardiograma? Esta pergunta tem duas respostas: uma para os pacientes e outra para o profissional que fará o exame.

Começando pelo paciente, não é preciso realizar nenhum preparo específico, como jejum ou suspensão de medicamentos. A única coisa que deve ser feita é a retirada de equipamentos e roupas metálicas para que não interfira no eletrocardiógrafo.

Já, para o profissional, é um pouco diferente. Neste caso, é necessário atentar-se à preparação da pele e à correta colocação dos sensores do equipamento, que devem ser postos nas regiões corretas.

No caso da preparação da pele, deve-se retirar o máximo possível do óleo cutâneo, gerado pela gordura da pele. Para isso, basta esfregar, com gaze cirúrgica, um solvente de gorduras como éter ou acetona até a pele ficar hiperemiada (avermelhada).

De forma adicional, pode-se, ainda, raspar ou depilar a parte dos pelos. Tanto a retirada da camada córnea da pele quanto esta raspagem auxiliam a melhorar a transmissão elétrica.

Em seguida, o profissional deve se atentar também com a correta colocação e fixação dos eletrodos do eletrocardiograma. Isto deve ser feito da mesma forma que se faz com os eletrodos de Holter.

Para a limpeza da pele, antes da colocação dos sensores, pode ser utilizado álcool 90%. Isto também ajuda a melhorar a precisão do exame.

Estes cuidados são necessários para evitar ruídos que possam alterar o resultado do ECG. Estes ruídos costumam ocorrer quando a pele não está limpa o suficiente ou quando os eletrodos não estão bem colocados e fixados, prejudicando o diagnóstico.

Precisa tirar a roupa?

Por fim, é necessário tirar a roupa para realizar o eletrocardiograma? Esta é uma preocupação recorrente sobretudo entre as mulheres.

De fato, não é necessário retirar nada, a não ser a blusa e alguma roupa ou acessório que contenha alguma parte metálica. Estes podem acabar interferindo no exame.

Com relação ao sutiã, alguns técnicos pedem para retirá-lo por duas razões principais. Primeiro, por conterem partes metálicas. Segundo, porque podem acabar interferindo na qualidade da fixação de alguns eletrodos.

Em síntese, são essas as necessidades de preparação para o eletrocardiograma. Comente aqui se você já conhecia e não deixe de acompanhar outras publicações em nosso blog!

Open chat
Atendimento Online!