Skip to content

Como funciona a radiografia

[rank_math_breadcrumb]

Como funciona a radiografia

A radiografia é uma técnica de imagem médica que revolucionou a medicina. Ela inclui muitas especialidades, de ultrassom a ressonância magnética.  

Neste artigo, vamos falar sobre como funciona o raio-x, como funciona um exame e as especificações dessa técnica. 

Radiografia: uma revolução médica 

Se voltarmos à história da imagem médica, a invenção da radiologia é muito recente! Foi o físico alemão Wilhelm Röntgen quem descobriu os raios X e seus possíveis usos em 1895.  

Foi uma verdadeira revolução, tanto na comunidade médica e científica quanto no público em geral.  

É verdade que a radiologia traz muitas vantagens, principalmente no setor médico.  

Em particular, torna possível diagnosticar muitos problemas de saúde sem ter que realizar uma cirurgia.  

Afinal, os médicos agora podem localizar um corpo estranho no organismo para extraí-lo rapidamente, e também podem detectar facilmente um osso quebrado ou rachado. 

Graças às radiografias, agora é rápido e fácil para a profissão médica diagnosticar com precisão um problema, a fim de encaminhar os pacientes para outros especialistas ou para o tratamento adequado.  

A radiologia, portanto, reduziu significativamente os erros médicos e permitiu um tratamento mais apropriado. 

Princípio de operação da radiografia

Para entender completamente a radiologia, vamos dar uma olhada em como funciona: a radiografia usa raios-X de baixa emissão.  

O paciente é colocado entre um emissor de raios-X e um filme de prata. Os raios passam então pelo corpo, antes de criar uma impressão no filme colocado atrás do paciente. 

Hoje, os filmes de prata foram substituídos por detectores mais precisos, que digitalizam a imagem diretamente no monitor do radiologista.  

Na maioria das vezes, o aparelho de raio-x é composto por um braço articulado, que faz a varredura da área a ser estudada. Pode ser maior ou menor, dependendo da área do corpo a ser analisada, mas não causa dor. 

Como é feito o exame de raio-x na radiografia 

Dependendo da área a ser examinada, você será solicitado a se despir, depois se posicionar em uma determinada posição dependendo da máquina usad. 

Para uma radiografia de costas, você terá que ficar parado, e a máquina vai e vem em torno de suas costas.  

Para um raio-x da mão, tudo que você precisa fazer é colocar a mão espalmada sobre o dispositivo e não se mover. Esta é a única dificuldade do exame: ficar parado para permitir a obtenção de imagens nítidas! Portanto, depende da região a ser analisada. 

Além disso, a absorção dos raios X pelo corpo não é dolorosa, você não sentirá nada. Isso porque os raios utilizados são muito baixos, o que permite não ter efeitos colaterais.  

Eles representam um risco para a saúde apenas quando usados por longos períodos de tempo ou em altas frequências, o que não é o caso durante um raio-x 

Claro, os técnicos de radiologia são treinados em proteção contra radiação e saberão como garantir sua segurança. 

Por fim, é importante ressaltar que a radiologia convencional não deve ser realizada em gestantes: se tiver dúvidas sobre o início da gravidez, não faça o exame. A única técnica permitida para mulheres grávidas é o ultrassom. 

Quais são as diferentes especialidades da radiografia? 

Radiografia convencional 

Em primeiro lugar, existe a chamada radiografia convencional, que permite diagnosticar fraturas e deformidades ósseas. É muito eficaz no estudo dos elementos sólidos do corpo. 

Ultrassom 

O ultrassom é mais adequado para tecidos moles. Afinal, ele usa ultrassom, não raios-x, que dificilmente são absorvidos pelo tecido. Além disso, ele permite que você analise muitas áreas do corpo, desde o coração até os órgãos sexuais, incluindo o útero. Portanto, é uma especialidade da radiologia minimamente invasiva e versátil, por isso é amplamente utilizada. 

Ressonância magnética 

A ressonância magnética também é uma revolução na imagem médica. Inventado em 1952, ele usa ressonância magnética nuclear.  

A ressonância magnética fornece imagens particularmente nítidas dos tecidos moles do corpo. É um exame que complementa o ultrassom, com maior precisão. Dependendo do exame, o técnico poderá usar injeção de meio de contraste. 

E então, gostou de saber mais sobre como funciona a radiografia? Portanto, deixe o seu comentário abaixo e compartilhe esse post em suas redes sociais! 

Open chat
Atendimento Online!